Galeria: Imagens marcantes das manifestações na Venezuela – Cenário Estratégico

Galeria: Imagens marcantes das manifestações na Venezuela

A conjuntura política venezuelana está bastante agitada, com uma série de protestos e manifestações por todo o país. Ainda em 2013, após a apertada vitória de Nicolás Maduro, a oposição liderada por Henrique Capriles foi às ruas pedir recontagem nos votos. As manifestações naquele momento deixaram oito mortos.

Mas agora, em fevereiro de 2014, jovens estudantes de San Cristóbal protestaram contra a falta de segurança no campi universitário da cidade. Os protestos logo se proliferaram para as demais cidades, ampliando as demandas e reivindicações da sociedade venezuelana. Identificando uma atmosfera propícia, uma ala radical da Mesa da Unidade Democrática (MUD), liderada por Leopoldo López, Maria Corina Machado e Antonio Ledesma, colocou a saída de Nicolás Maduro do poder no país como parte das bandeiras da onda de protestos que assola o país. Em resposta, partidários e simpatizantes do governo Maduro também organizaram manifestações pró-governo.  As manifestações, que começaram há menos de um mês, já deixaram seis mortos. Quais consequências esses eventos podem trazer?

Com o intuito de ilustrar esse momento e contribuir para a reflexão a respeito do mesmo, separamos, então, algumas fotos marcantes da conjuntura política do nosso vizinho.

Carlos Garcia Rawlins/Reuters

Boris Vergara/Xinhua

Leo Ramirez/AFP

Miguel Gutiérrez/EFE

Leo Ramirez/AFP

Rodrigo Abd/AP

Juan Barreto/AFP

 

Alejandro Cegarra/AP

Génesis Carmona é socorrida nesta terça-feira (18) após ser baleada em protesto em Valencia, na Venezuela (Foto: Mauricio Ceneno-Notitarde/Reuters)

 

Reuters

 

AP

Aproveite e leia o ensaio onde o colaborador do Cenário Estratégico, Rafael Betencourt, analisa a democracia na Venezuela e a disputa pelo mito de Simón Bolívar. Clique aqui para acessar o ensaio.

 

Comente

Deixe seu comentário, ou um trackback de seu próprio site. Você pode também assinar esses comentários via RSS.

Seu email nunca será compartilhado. Campos obrigatórios *